Pesquisar
Close this search box.
MarcaMarca+

Fim da “Era Klopp”: A despedida do maior treinador da história do Liverpool

Lucas Morais em 9/abr/24, atualizado 9/abr/24 às 16h – Compartilhe
Jürgen Klopp no Borussia Dortmund, clube anterior ao Liverpool. Acervo do Wikimedia Commons.
Jürgen Klopp no Borussia Dortmund, clube anterior ao Liverpool. Acervo do Wikimedia Commons.

Como última temporada de Jürgen Klopp à frente do Liverpool, é possível afirmar que o técnico se destacou como uma das figuras mais proeminentes na história dos “Reds”. Ao longo de oito temporadas completas e sete conquistas de taças, ele alcançou um feito notável: vencer todas as competições de elite em que o Liverpool participou, ao menos uma vez.

Klopp começou seu trabalho de reconstrução no Liverpool ainda em 2015, quando foi diretamente responsável por trazer jogadores de extrema importância, como Mohamed Salah, Alisson e Virgil van Dijk. Todos eles se tornaram pilares de um Liverpool extremamente vencedor. E mesmo com uma passagem longa, o torcedor do Liverpool provavelmente estaria pronto para encarar Klopp por pelo menos mais 9 anos à frente da sua equipe.

Começo difícil, mas o trabalho promissor deu resultado

Logo em sua primeira temporada pelo Liverpool, o treinador quase alcançou o sucesso na Europa League. A derrota para o poderoso Sevilla, uma força reconhecida na competição, evidenciou que o caminho para a glória exigiria um esforço considerável. E foi exatamente isso que aconteceu: foram quatro longos anos até que a Era Klopp celebrasse seu primeiro título. No entanto, a conquista inaugural veio de maneira espetacular na temporada de 2018 e 2019 da Liga dos Campeões, que encerrou um jejum de 13 anos dos Reds sem o troféu.

A vitória na competição continental proporcionou ao Liverpool o direito de participar do Mundial de Clubes e da Supercopa Europeia, ambos também conquistados pelos Reds. O título mundial, conquistado em uma disputa contra o Flamengo, e a vitória na Supercopa, decidida nos pênaltis contra o rival Chelsea, culminaram na temporada 18/19 com o clube atingindo o ápice das glórias internacionais. O Liverpool voltava, então, a ser o maior expoente do futebol inglês, algo que não acontecia desde a época de Steven Gerrard.

Domínio no Campeonato Inglês e disputa com Pep Guardiola

Apesar de ter conquistado a Europa e o mundo em 2019, ainda faltava um título nacional de expressão para Jürgen Klopp. Para consegui-lo, o técnico alemão teria um enorme desafio pela frente, que era Pep Guardiola, um dos maiores técnicos da história do futebol. Os dois foram responsáveis por travar duelos excepcionais e, com isso, alçar a Premier League a um novo patamar competitivo.

Para se ter uma ideia disso, os dois técnicos foram os responsáveis por atingir as quatro maiores pontuações da história da competição. O confronto tático entre Manchester City e Liverpool contribuiu significativamente para o futebol global, elevando-os ao status de principal partida entre times nos últimos anos a nível global, mesmo sendo equipes sem uma rivalidade histórica estabelecida.

Mural com fotos da história do Liverpool FC. Foto: Ben Sutherland/Flickr (Creative Commons).

Em relação às conquistas, pode-se dizer que Klopp conseguiu superar esse enorme desafio. Ele venceu a Premier League na temporada de 2019/2020, com uma campanha histórica, marcando 99 pontos ao longo da competição. Na temporada 21/22, Klopp deu ao Liverpool mais um ano de glórias: Desta vez, o time se destacou nas competições da copa na Inglaterra. Após testemunhar o domínio do Manchester City de Pep Guardiola ao longo de um ano inteiro, os Reds emergiram como os principais protagonistas nos torneios eliminatórios nacionais.

Uma despedida doída para todos os fãs de futebol

Jürgen Klopp foi uma figura de liderança incontestável em todos os times que esteve à frente. Por isso, digerir sua saída deverá ser um processo mais lento para jogadores e torcedores. O Liverpool deverá continuar a ser uma equipe competitiva, com jogadores de qualidade, mas é possível que ainda leve um tempo para que o novo treinador consiga se adaptar e, talvez, se livrar do “Fantasma de Jürgen Klopp”.

O técnico alemão foi uma referência dentro e fora dos campos, seja nos resultados obtidos, ou no carisma que demonstrou em entrevistas. Nós que amamos o futebol torcemos para que o período sabático de Klopp não dure tanto tempo e que ainda volte a estar na beira do campo em algum grande time novamente.

Compartilhar:

Selecione uma marca para ir ao assunto relacionado:

MarcaMarca
Últimas Novidades
Os 50 jogadores que mais ganharam dinheiro durante suas carreiras, seja com salário ou contratos de publicidade.
A nova safra de jovens jogadores brasileiros está prometendo mudar o cenário em favor do Brasil.
Na disputa, estarão presentes três equipes brasileiras: Palmeiras, Flamengo e Fluminense. Existe também a chance de um quarto clube brasileiro integrar.
No cenário do futebol mundial, poucos torneios conseguem rivalizar com a grandiosidade e a emoção proporcionadas pela Liga dos Campeões da UEFA.
O domínio do piloto holandês, Max Verstappen, está deixando a categoria do automobilismo mais chata e monótona?
De Barbosa à Vincius Júnior, o peso do racismo no futebol ainda é um problema muito grande e deve ser combatido.
A tecnologia esportiva tende a alcançar um patamar cada vez maior nos próximos anos, graças ao advento da IA e outras ferramentas.
Pela primeira vez na história, um jogo da liga é disputado em solo sul-americano. O Brasil é um dos principais mercados internacionais da NFL.
Conheça mais sobre as duas ligas que buscam diminuir as disparidades com os ganhos de cotas de TV para os times brasileiros.
A carreira do maior "cestinha" da história do basquete brasileiro e também um dos maiores nomes do esporte mundial.